Estudo para Células

Mas agora, Senhor, Tu és o nosso Pai. Nós somos o barro e tu és o nosso oleiro; e todos nós somos obra das Tuas mãos. (Is 64.8)

O que todos os mais de oito bilhões de seres humanos que vivem atualmente no Planeta têm em comum? Todos somos descendentes de Adão - logo, fomos formados do "barro". A forma como o Criador de vida ao primeiro homem é contada em Gn 2.7. Tanto é verdade que "somos barro" que quando alguém morre seu corpo é sepultado (Ec 12.7E o pó volte à terra, de onde veio, e o espírito volte a Deus, que o deu.).

Há algum tempo lembro de ter assistido a um documentário europeu de um pesquisador que se propôs a encontrar o Jardim do Éden seguindo as informações bíblicas, as tradições e lendas antigas do oriente médio. Acabou chegando a um monte de terra vermelha, no território do Iraque e apresentou a teoria de que o barro daquele monte foi usado para Deus criar Adão. Inclusive ele fez uma analogia do nome do primeiro homem como sendo derivado da palavra "vermelho", "edom". 

MAS O "BARRO" PODE SE TORNAR FILHO! 

Em Jo 1.12 temos a informação de como nos tornamos filhos de Deus - não éramos; nos tornamos por causa de Jesus, o Senhor. Observe novamente a primeira parte de Is 64.8: "Mas agora, Senhor, tu és o nosso Pai". Não éramos filhos, mas sim criaturas criadas a partir do barro. Nos tornamos filhos de Deus porque cremos em Jesus Cristo.

DEUS, O NOSSO OLEIRO

Oleiro é o profissional que manipula a argila, moldando-a em utensílios como vasos. A figura do nosso Deus como um oleiro é usada também no livro do profeta Jeremias (Jr 18.1-4). Em Is 64.8 o profeta destaca a ação de Deus de dar forma e destinação para nossas vidas. 

Quando Jesus é o Senhor de uma vida, Deus passa a moldar esta vida e o encaminha para servi-lo de acordo com seus propósitos. O apóstolo Paulo ensinou a Timóteo que na Casa de Deus temos muitos vasos honrosos - esses vasos somos nós que nos permitimos ser trabalhados pelas mãos do Oleiro (2Tm 2.20-21).

O OLEIRO TEM UM PROPÓSITO PARA SUA VIDA!

Somos obras das mãos de Deus, nosso Criador, Senhor e Pai. Alguém nesta célula pode dizer que já está pronto? Não! Estamos em processo. Em Fp 1.6, o apóstolo Paulo garante: Estou certo de que aquele que começou boa obra em vocês há de completá-la até o Dia de Cristo Jesus. O Oleiro continua trabalhando em nós durante toda a nossa vida e Sua Obra somente estará completa "no dia de Cristo", ou seja, quando Jesus Cristo voltar para nos buscar. 

CONCLUSÃO:

Assim, o melhor que você faz da sua vida é crer em Jesus, desfrutar da bênção de haver se tornado filho de Deus e confiar na soberania de Deus em trabalhar na sua vida. Não fuja, não resista, mas confie que Deus sempre sabe o que faz. E aproveitando esta metáfora, a IGREJA é uma OLARIA. Lugar de gente que está sendo trabalhada por Deus é na Igreja, na fábrica de vasos de honra. Assim, que no próximo final de semana você esteja no meio do Povo de Deus celebrando ao nosso Pai. 

arrow_upward