Estudo para Células

A vereda do justo é plana; Tu, que és justo, aplanas a vereda do justo. (Is 26.7)

QUEBRA GELO: Você já teve oportunidade de trafegar por uma estrada esburacada, em condições deploráveis? Buracos, curvas perigosas, atoleiros... Nada melhor do que dirigir ou trafegar por uma estrada bem pavimentada e sinalizada, não é mesmo? E o que isto tem a ver com a vida cristã? Em Isaías 26.3-7, o profeta observa que vivendo alinhados com o Senhor Deus, percorremos "um caminho aplainado". 

Viver nesta Terra é um desafio que necessitamos vencer a cada dia. Comparando a vida ao percurso de um longo caminho as Escrituras garantem que os servos de Deus têm um enorme benefício: o próprio Deus aplana o nosso caminho (v. 7).

I. A bênção de percorrer o caminho aplanado é para quem reconhece o propósito da sua existência (v. 3).

A tradução NVT de Is 26.3 é esta: "aqueles cujos propósitos estão firmes em Ti". A NAA traduz: "aquele cujo propósito é firme, porque confia em Ti". A vida do cristão tem propósito, sentido, motivo, razão... Não somos "perdidos" na vida. Todo servo de Deus cumpre propósitos do Criador. 

Você pode reparar nas Escrituras as diversas vezes em que o Senhor Deus afirma "Eu estou com você" para pessoas que vivem com propósito nEle. Cito o exemplo de Josué, quando o Senhor enfatiza que ele não deveria ter medo, seguir firme sem se desviar do propósito e que estaria com ele (Js 1.5).

Você também pode ter sobre sua vida a mesma promessa que o Senhor Deus fez a Josué. Basta alinhar seu viver aos propósitos do Senhor. E como se faz isso? Jesus é a resposta. Por isso Ele disse em Jo 14.6: "Eu Sou o Caminho...". 

II. O Senhor Deus é poderoso para nos guardar de tropeçar. 

Andar por caminhos aplainados é viver com a segurança em Deus. Em Is 26.6, na versão NAA, o texto fala de "pés aflitos". Quem não se sente seguro, não tem paz, não sabe para onde vai... sofre da "síndrome dos pés aflitos". 

Em Jd 24, a pequena Epístola do NT que antecedo o Apocalipse, o texto garante: "E ao Deus que é poderoso para evitar que vocês tropecem". Ele é perfeitamente suficiente para exercer em nossas vidas este cuidado. Não somos, em hipótese alguma, trabalhosos demais para o nosso Deus. Por isso o profeta nos lembra em Is 26.4 que o nosso Senhor e Deus é uma "rocha Eterna". Ou seja, Ele é muito forte e poderoso. Vale a pena firmar nossos propósitos nEle. 

III. Saindo da areia movediça para o caminho aplainado. 

A razão principal desta célula é ajudar pessoas a se livrarem do desespero. Viver sem propósito em Deus é como tentar andar por uma areia movediça. Em Sl 40.2, o salmista descreve seu encontro com o Senhor Deus desta forma: "Tirou-me de um poço de perdição, de um atoleiro de lama; colocou os meus pés sobre uma rocha". 

Talvez hoje em sua célula haja alguém assim, patinando na areia movediça, exaurido e sem esperança. A Rocha Eterna, o nosso Deus, continua sendo suficiente para aplainar caminhos. 

CONCLUSÃO: E como se faz isso? Basta, num lugar como este onde acontece o Estudo, que a pessoa ouça a Palavra, seja tocada pelo Espírito Santo, creia e confesse a Jesus Cristo como o Senhor e o seu Salvador. Esta é a deixa para que Deus comece a mudança. Que esta célula seja usada por Deus para que muitas vidas sejam transformadas. E lembre: o lugar de quem tem sua vida transformada é a comunhão com os santos, a Igreja. 

arrow_upward